Carregando Eventos

« Todos Eventos

ensaios e cortejos de blocos, cordões e escolas de samba nas casas de cultura e centros culturais

01/02 às 08:00 - 29/02 às 18:00

Bloco feminino Força na Peruca, da cidade de Brotas, leva seu animado Carnaval do interior de São Paulo para a Vitrine da Dança, no Centro Cultural Olido

ENSAIOS E CORTEJOS DE BLOCOS NAS CASAS DE CULTURAS, CENTROS CULTURAIS E TEATRO FLÁVIO IMPÉRIO

por Luiz Quesada

Blocos de Carnaval e Escolas de Samba integram a programação das casas de cultura, centros culturais e Teatro Flávio Império durante o mês de fevereiro. Ensaios, festas e cortejos levam toda a alegria das ruas para dentro desses espaços culturais, localizados nas cinco regiões da cidade. A entrada é gratuita. Basta levar sua alegria para entrar na folia.

 

NOS CENTROS CULTURAIS

Centro Cultural da Diversidade

| Rua Lopes Neto, 206 – Itaim Bibi. Zona Oeste | tel. 3079-3438.

FESTA MINHOQUEENS
| Dia 1º/2, das 14h às 22h. Gratuito. Livre.

LOCALIZA AÍ BB
| Dia 1º/2, das 14h às 22h. Gratuito. Livre.

CARIMBÓ PADÉGUA
| Dia 2/2, das 14h às 19h. Gratuito. Livre.

| Dia 9/2, das 14h às 19h. Gratuito. Livre.

| Dia 16/2, das 14h às 19h. Gratuito. Livre.

BREGA BLOCO
| Dia 15/2, das 14h às 20h. Gratuito. Livre.

 

Centro Cultural da Juventude

| Av. Deputado Emílio Carlos, 3.641 – Vila Nova Cachoeirinha. Zona Norte | tel.: 3984 2466

BLOCO DE CARNAVAL AGRADA GREGOS

Um dos maiores blocos de Carnaval da cidade de São Paulo, Agrada Gregos, tem como objetivo espalhar a diversidade de público, de estilos musicais e de crenças, usando espaços públicos para promover esses encontros. Nathalia Takenobu, organizadora e DJ, convida: “pega sua fantasia, adereços, glitter e vem curtir com a gente o pré-Carnaval do bloco mais animado da cidade.”

| Dia 3/2, 14h. Gratuito. Livre.

 

Centro Cultural do Grajaú

| Rua Prof. Oscar Barreto Filho, 252 – Capela do Socorro. Zona Sul

| tel.: 5925-4943

BLOCO DO CORUJÃO

Localizada no Grajaú, a agremiação tem uma bateria com 150 ritmistas e, em 2012, levou para avenida o enredo “Coruja”.

| Dia 17/2, 12h. Gratuito. Livre.

 

Centro Cultural Olido

| Avenida São João, 473, Centro | tel. 3331-8399 e 3397-0171

LIVE OLIDO BLOCO ILU INÃ

Apresentação do Bloco Afro Afirmativo Ilu Inã, baseada em cânticos e ritmos de candomblé.

| Hall. Dia 20/1, 8h. Gratuito. Livre.

FORÇA NA PERUCA

Diretamente de Brotas, interior de São Paulo, o Bloco Força na Peruca, formado apenas por mulheres, apresenta-se no pós-Carnaval com muita folia e diversão . Ao som de sambas-enredos e outras composições, como “Sob os Pés de Santa Cruz” e “Samba no Rabo”, elas também animam o público com marchinhas tradicionais.

| Vitrine da Dança. Dias 26 e 27/2, 19h. Gratuito. Livre.

ILÚ OBÁ DE MIN

Com a intenção de esquentar a semana de Carnaval, o Centro Cultural Olido convida o bloco afro formado apenas por mulheres, Ilú Obá de Min.

| Hall. Dia 28/2, 19h. Gratuito. Livre.

 

Centro Cultural de Santo Amaro

| Avenida João Dias, 822, Santo Amaro. Zona Sul | tel. 5541 7057

DO ENTRUDO AOS BLOCOS: A MARCHA DOS FOLIÕES

O artista popular Henrique Menezes, do Maranhão, faz uma intervenção artística sobre Carnaval, brincando e cantando com foliões de todas as idades.

| Dia 28/2, 15h. Gratuito. Livre.

 

Centro Cultural do Grajaú

| Rua Prof. Oscar Barreto Filho, 252 – Capela do Socorro. Zona Sul | tel.: 5925-4943

BLOCO DO CORUJÃO

Localizada no Grajaú, a agremiação tem uma bateria com 150 ritmistas e, em 2012, levou para avenida o enredo “Coruja”.

| Dia 17/2, 12h. Gratuito. Livre.

NAS CASAS DE CULTURA

Casa de Cultura da Brasilândia

| Praça. Benedicta Cavalheiro, s/nº, Brasilândia. Zona Norte.

CARNAVAL FOLIA NA BRASA – BLOCO JAH É

Apresentação das canções que serão tocadas nos desfiles do Carnaval 2020 pelo Bloco JAH É. O coletivo tem como objetivo valorizar e disseminar o Reggae e samba Reggae como cultura genuinamente periférica.

| Dia 22/2, às 16h. Livre. Grátis.

FOLIA NA BRASA – BLOCO ROCK BRASIL

O objetivo do Bloco Rock Brasil é somar a vivência do carnaval clássico ao rock brasileiro dos anos 80 e 90. Além dos elementos das pinturas, das máscaras, brincadeiras e muita folia para todos os presentes.

| Dia 23/2, às 16h. Livre. Grátis.

CARNAVAL FOLIA NA BRASA – CARIMBÓ PAIDÉGUA

O grupo Carimbó existe há aproximadamente dois anos e meio com atuação na Cidade de São Paulo e neste Carnaval irá trazer, para a cena do carimbó paulistano, os ritmos da Amazônia e do carnaval com guitarrada e carimbó por meio dos ensaios e intervenções abertas.

| Dia 23/2, às 16h. Livre. Grátis.

CARNAVAL FOLIA NA BRASA – CORDÃO SAMBA DO CONGO

Nesta apresentação temática de carnaval, o foco será no resgate de sambas-enredos históricos e marchinhas eternas. O Cordão Samba do Congo promete colocar os foliões para dançar.

| Dia 24/2, às 16h. Livre. Grátis.

CARNAVAL FOLIA NA BRASA – BLOQUINHO DE GENTE MIÚDA

Idealizado pela cantora e mãe Kel Figueiredo e pelo ritmista Nenel De Recife, o Bloquinho Gente Miúda nasceu em 2016 visando resgatar a folia dos carnavais de rua com uma proposta lúdica e voltada para o público infantil e seus familiares. A banda apresenta releituras animadas de hits infantis como Emília, a boneca gente e carimbador maluco, além de se destacar por suas marchinhas autorais que conversam com as mamães, como a já consagrada Leite Materno.  O tema do Bloquinho para 2020 é: “A nossa Mamãe Natureza” que visa abordar a importância da reciclagem e de um carnaval com menos lixo plástico.

| Dia 25/2, às 12h. Livre. Grátis.

CARNAVAL FOLIA NA BRASA – CORDÃO DO SAMBA DO BALAIO DO CANJICO

O Cordão do Samba do Balaio do Canjico vai desfilar pelas ruas do bairro: Morro Grande. Sempre tendo em mente os princípios amizade, alegria e consciência, o coletivo busca dar luz a temas e discussões urgentes à sociedade, assim como relembrar temas do Samba e do Carnaval em sua raiz. Em 2020 o grupo escolheu a preservação do meio ambiente e as mudanças climáticas como tema de seu Samba enredo para o Carnaval de Rua de São Paulo.

| Dia 25/2, às 16h. Livre. Grátis.

CARNAVAL FOLIA NA BRASA – BLOCO AFRO PERCUSSIVO BATUQUEDUM        

O Bloco Afro Percussivo Batuquedum surgiu em 2009, por meio do musico, conhecido no mundo artístico como Sérgio- Kapetinha. Por meio de suas experiências práticas com um grupo de pessoas e amigos, passou a desenvolver variedades de ritmos possibilitando ao grupo desenvolvimento de potencialidades e a ampliação do universo musical, cultural, artístico e assim tratar de questões sociais como: gênero, etnias, racismo, preconceitos, intolerância religiosas e entre outras.

| Dia 29/2, às 19h. Livre. Grátis.

CARNAVAL FOLIA NA BRASA – BLOCO URUBÓ

Movidos pelo desejo de resgatar os tradicionais carnavais de marchinhas, um grupo de amigos da Freguesia do Ó, em 2010, idealizou o Bloco Urubó. Nos anos seguintes a festa e a folia se repetiram, aumentando cada vez mais a quantidade de foliões. Em 2017 o bloco levou cerca de vinte e dois mil foliões para as ruas, tornando-se uma das referências do carnaval de rua da cidade de São Paulo. Agora, em 2020, o palco desta grande festa será na Casa de Cultura da Brasilândia.

| Dia 29/2, às 20h. Livre. Grátis.

CARNAVAL FOLIA NA BRASA – ARENA CIRCUS EM RITMO DE CARNAVAL    

Com números circenses e ao som das marchinhas de carnaval, o Arena Circus animará a garotada, com muita alegria e diversão. Um cortejo com números de solo, que durante a apresentação faz uma intervenção de roda aberta para realização de outros números circenses.

| Dia 16/2, às 16h. Livre. Grátis.

Casa de Cultura do Butantã

| Av. Junta Mizumoto, 13, Jardim Peri Peri. Zona Oeste

BLOCO 77 & BLOCO SKARAVANA

O Bloco Skaravana é um coletivo de músicos e produtores que navega pelos sons jamaicanos do Ska e vertentes. O Bloco 77 faz a festa regado a elementos que passam dos clássicos ao punk rock nacional, em ritmo de marchinha.

| Dia 2/2, às 17h. Livre. Grátis.

BOOM BAP BRABO – COLETIVO OESTE RAP

Bloco idealizado pelo Coletivo Oeste Rap para incentivar a diversão com consciência e respeito por meio da cultura hip hop, reunindo elementos da cultura na comemoração do carnaval Butantã.

| Dia 9/2, às 16h. Livre. Grátis.

CARNAVAL CORES DE AIDÊ      

O Bloco Cores de Aidê surge para valorizar a diversidade e o protagonismo feminino, com canções autorais e referências em grandes artistas do samba reggae, como Olodum, Ilê Aiyê, Cortejo Afro, Didá e Muzenza. O grupo é formado por mulheres que através dos seus tambores, fazem suas vozes ecoarem e serem ouvidas por sua manifestação artística.

| Dia 16/2, às 16h. Livre. Grátis.

CARNAVAL BLOCO VAI QUEM QUÉ             

O Vai Quem Qué é um dos mais tradicionais blocos da cidade de São Paulo e o mais antigo de Pinheiros. Que sai pelas ruas com irreverência para mostrar o seu carnaval comunitário, feito de forma independente por amigos. São cantadas marchinhas tradicionais e de autoria própria.

| Dia 15/2, às 12h. Livre. Grátis.

Casa de Cultura de Campo Limpo

| Rua Aroldo de Azevedo, 100, Jd. Refúgio. Zona Sul

ENSAIO ABERTO DA ESCOLA DE SAMBA GRÊMIO RECREATIVO ACADÊMICOS DO CAMPO LIMPO

Ensaio preparatório da Escola de Samba Grêmio Recreativo Acadêmicos do Campo Limpo para desfile do Carnaval 2020. A Escola tem como Sede de ensaios, encontros e oficinas a Casa de Cultura do Campo Limpo e o ensaio é aberto à toda  população.

| Dia 2/2, às 16h. Livre. Grátis.

BLOCO JEGUE ELÉTRICO SP

Repertório mesclando músicas autorais e músicas tradicionais dos antigos carnavais. O show tem a direção do músico e compositor Emerson Boy, que trás consigo uma tradição de festas de rua adquirida por herança familiar. Um show alegre, vibrante e que coloca o público pra balançar o esqueleto.

| Dia 15/2, às 15h. Livre. Grátis

BLOCO AFRO É DI SANTO

Criado em 2010, um dos principais blocos de cultura africana da periferia de São Paulo, partiu da Casa de Cultura M’Boi Mirim e passeia por diversos ritmos, como o samba reggae, samba afro, ijexá, samba de roda, maracatu e afoxé, reverenciando a ancestralidade por meio do batuque, da dança e do canto africano.

| Dia 16/2, às 15h. Livre. Grátis.

ESQUENTA BLOCOS DE CARNAVAL DE RUA

Evento com foco na articulação dos blocos carnavalescos e escolas de samba do território sul, que desfilarão no carnaval de bairro e no carnaval de blocos com apresentações das baterias, casal de mestre-sala, porta-bandeira e corte do carnaval. Com os blocos de Carnaval de Rua: Aí se me perdeu, Acadêmicos do Campo limpo, Cataia, Cheiro de Mato, Escola de Samba os Bambas e Escola de Samba Unidos do Campo limpo.

| Dia 8/2, das 14h às 21h. Livre. Grátis.

 

Casa de Cultura da Freguesia do Ó

| Av. Largo da Matriz, 215, Freguesia do Ó. Zona Noroeste.

BLOCO CORES DE AIDÊ  

Valorizar a diversidade e o protagonismo feminino, com canções autorais e referências em grandes artistas do samba reggae, como Olodum, Ilê Aiyê, Cortejo Afro, Didá e Muzenza, é o objetivo do grupo. Formado por mulheres que, com seus tambores, fazem suas vozes ecoarem para serem ouvidas por sua manifestação artística.

| Dia 14/2, às 19h. Livre. Grátis.

FOLIA NA BRASA – BLOCO JAH É

Repertório das canções que serão apresentadas nos desfiles de Carnaval em 2020 pelo Bloco JAH É. O Coletivo tem como objetivo valorizar e disseminar o reggae e o samba reggae como cultura genuinamente periférica.

| Dia 20/2, às 19h30. Livre. Grátis.

BLOCO DO BAIÃO SP FORRÓ

O Bloco do Baião nasceu em 2012 para homenagear o centenário de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, no dia 24 de Junho 2012, na Praça do Forró, em São Miguel Paulista, com grande cortejo até a Casa de Farinha, passando por pontos turísticos do bairro. Em 2020, o Bloco presta homenagem a Pedro Sertanejo, um dos pioneiros do forró em São Paulo.

| Dia 12/2, às 19h00. Livre. Grátis.

BLOCO SP FORRÓ

O Coletivo SP Forró participa do Carnaval de Rua do centro de São Paulo em 2020 e reúne forrozeiros das regiões norte, sul, leste, oeste e centro da cidade, além de contar com grupos musicais como os Trios Sabiá, da Lua, Beijo de Moça, Amizade, além de trazer mestres dançarinos e amantes do forró.

| Dia 19/2, às 19h. Livre. Grátis.

CARNAVAL MULHER – BLOCO FILHAS DA LUA          

Bloco feminino fundado em 2017 exclusivamente por mulheres. A bateria é composta por 120 componentes que comandam, regem, ensinam, tocam, dançam, produzem e administram o bloco. .

| Dia 28/2, às 19h. Livre. Grátis.

BLOCO DESCAXOTA        

Bloco comunitário que faz trabalhos sociais há 4 anos e que desenvolve atividades de percussão voltadas para crianças da região. O grupo fará roda de samba e apresentação dos trabalhos desenvolvidos ao longo do ano.

| Dia 29/2, às 16h. Livre. Grátis.

BLOCO AKI Ó       

Carnaval com muita animação, afro reggae e samba, interagindo nos espaços culturais da zona norte.

| Dia 27/2, às 13h. Livre. Grátis.

 

Casa de Cultura de Guaianases

| Rua Castelo de Leça, s/nº, Guaianases. Zona Leste.

BLOCO ZUMBIIDO AFROPERCUSSIVO

Zumbiido é um Bloco organizado desde 2007 com a união de jovens pretos e pretas de diversas áreas da produção cultural, artística e intelectual como verbalização do levante negro, ao aliar a figura mítica imortal do líder revolucionário Zumbi dos Palmares às ações inspiradas por seu propósito. Nesta apresentação O Zumbiido fará um ensaio aberto e depois fará sua, já popular, Festa Preta.

| Dia 15/2, às 16h. Livre. Grátis.

GUAIANASES CARNAVAL – BLOCO SP FORRÓ

O Coletivo SP Forró reúne forrozeiros das regiões, Norte, Sul, Leste, Oeste e Centro da cidade de São Paulo, e conta com grupos como o Trio Sabiá, Trio Da Lua, Trio Beijo de Moça, Trio Amizade, para trazer mestres da cultura, dançarinos e amantes do forró.

| Dia 9/2, às 16h. Livre. Grátis.

VIVÊNCIA ARTÍSTICA CARNAVAL E RESISTÊNCIA: EXPERIÊNCIA MUSICAL E COREOGRÁFICA – BLOCO AFIRMATIVO ILU INà     

Ministrado por Fernando Alabê e Débora Marçal, o Bloco Afro Afirmativo Ilu Inã – Carnaval e Resistência – Entre Terreiros e Avenidas, é uma experiência musical e coreográfica a partir da rítmica e gestual afrodiaspóricos, presentes nos blocos afro e escolas de samba.

| Dia 16/2, às 15h. Livre. Grátis.

BLOCO AKIÓ

Para trazer os festejos carnavalescos a toda comunidade presente, com muita animação, afro-reggae e samba, o Bloco Akió busca integrar todos os participantes em espaços culturais, incentivando o acesso da periferia á maior festa cultural e democrática, brasileira.

| Dia 21/2, às 14h. Livre. Grátis.

BLOCO AROEIRA    

Na intenção de promover o desenvolvimento e formação cultural das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, o Bloco Aroeira nasceu a partir de um projeto de oficina de Percussão, realizado em diversas apresentações nos bairros da Zona Leste de São Paulo.

|Dia 19/2, às 14h. Livre. Grátis.

 

Casa de Cultura Hip Hop Leste

| Av. Sarah Kubistchek, 165 – ao lado Terminal Cidade Tiradentes. Zona Leste

CARNAVAL DE RUA 2020 – ESCOLA DE SAMBA PRÍNCIPE NEGRO DA CT ESCOLA DE SAMBA PRÍNCIPE NEGRO  

O Grêmio Recreativo e Cultural Escola de Samba Príncipe Negro foi fundado no ano de 1964, na Vila Prudente. Em 1996, Inhana, que é filha de um dos fundadores da Escola, migrou para Cidade Tiradentes com a família e alguns outros moradores da Vila Prudente, transformando o Príncipe Negro na primeira escola de samba oficialmente constituída do bairro.

| Dia 29/2, às 16h. Livre. Grátis.

BUEIRO PERIFÉRICO “O BLOCO GHETTO REGGAE FIESTA ESTÁ CHEGANDO!”

O Bloco Guetto Reggae Fiesta promete que irá rolar muito Ska, Rocksteady e Dancehall, com respeito “as mina e as Poc” pra ninguém voltar pra casa mais cedo.

| Dia 22/2, às 17h. 16 anos. Grátis.

CARNAVAL DE RUA 2020 – ESQUENTA DO BLOCO MAMA MINHOQUEENS            

O MinhoQueens foi criado por um grupo de amigos que queria pular o carnaval como Drags no Minhocão – daí surgiu o nome. Com muito Pop Nacional e internacional das maiores divas do mundo, o MinhoQueens faz a festa na Casa de Cultura Hip Hop Leste com muito glitter, confete e carão.

| Dia 15/2, às 18h. Livre. Grátis.

CARNAVAL DE RUA 2020 – BLOCO LOCALIZA AÍ BB – LOCALIZA CT

Pensando em trazer o entretenimento e inserir o bairro nos trajetos dos foliões, o Localiza CT lançou o primeiro bloco de Rua da Cidade Tiradentes, o bloco vem pelo seu segundo ano em 2020, com grande expectativa de público.

| Dia 15/2, às 14h. 16 anos. Grátis.

BLOCO EU SOU DO AXÉ – OGAN VELASKE

Bloco afro carnavalesco com foco na diversidade, em Movimentos de matrizes africanas, negro e Movimento LGBTQI+. Fundado no ano de 2016 na cidade de São Paulo, pelo cantor e compositor Velaske Brawm (Ogan Velaske) no intuito de lançar e propagar novos valores culturais. Sendo o primeiro Bloco de Matriz Africana, com foco na diversidade a desfilar na Rua Augusta em São Paulo. No seu terceiro ano de desfile o bloco vem em 2020 com o tema: Senhora do ouro e mãe da diversidade, olhai por nós “Oxum”.

| Dia 29/2, às 14h. Livre. Grátis.

Casa de Cultura Hip Hop Sul

| Rua Sant’anna, 201 – Vila São Pedro. Zona Sul   

BLOCO AFRO PERCUSSIVO BATUQUEDUM

O Bloco Afro Percussivo Batuquedum surgiu em 2009, por meio do musico, conhecido no mundo artístico como Sérgio- Kapetinha. Por meio de suas experiências práticas com um grupo de pessoas e amigos, passou a desenvolver variedades de ritmos possibilitando ao grupo desenvolvimento de potencialidades e a ampliação do universo musical, cultural, artístico e assim tratar de questões sociais como: gênero, etnias, racismo, preconceitos, intolerância religiosas e entre outras.

| Dia 15/2, às 19h. Livre. Grátis.

BLOCO DO CHOCOLATTE  

Nascido na Bahia, Chocolatte veio para São Paulo ainda criança. Criado no reduto da Vila Maria, desde cedo se envolveu com o samba bebendo da fonte do Samba de Raiz e do mais puro Partido Alto. Aprendeu os rudimentos básicos da percussão e como autodidata, aperfeiçoou-se na extinta Universidade Livre de Música.

| Dia 22/2, às 20h. Livre. Grátis.

BLOCO CHINELO DE DEDO      

Repertório com samba raiz, formado pelos alunos das oficinas de percussão, músicos profissionais de harmonia, sopros e cantores. A apresentação será feita em formato de orquestra com a regência do Mestre Rodrigo Moreira. O Desfile do Bloco Chinelo de Dedo já faz parte da programação oficial do Carnaval de São Paulo desde 2017.

| Dia 29/2, às 16h. Livre. Grátis.

BLOCO AFRO ILÚ OBÁ DE MIN

O espetáculo Negras Vozes – Tempos de Alakan do Bloco Afro Ilú Oba De Min, através do seu repertório, faz referência os 40 anos do movimento negro.  Com direção musical Beth Beli e Mazé Cintra.

| Dia 29/2, às 19h. Livre. Grátis.

 

Casa de Cultura Ipiranga

| Rua Abagiba, 20, Moinho Velho. Zona Sul.

BLOCO AFRO ILÚ OBÁ DE MIN

O espetáculo “Negras Vozes – Tempos de Alakan”, do Bloco Afro Ilú Oba De Min, por meio do seu repertório, reverencia os 40 anos do movimento negro. A direção musical é de Beth Beli e Mazé Cintra.

| Dia 8/2, às 13h. Livre. Grátis.

BLOCO JEGUE ELÉTRICO SP – CHOQUE DE FELICIDADE    

Em 2003, fundaram o Espaço Cultural Honório Arce em Guaianases, juntamente com a vontade de criar um bloco de carnaval de Rua, firmando um cordão em 2008, batizado de Cordão Carnavalesco, em homenagem às antigas agremiações paulistanas. Com a proposta de um carnaval de Rua onde os foliões pudessem pular livremente com suas fantasias e brincadeiras.

| Dia 8/2, às 15h. Livre. Grátis.

BLOCO PRETO ZUMBIIDO AFROPERCUSSIVO

Comunidade fundada em 2007, composta por pessoas que assumem para si a afro-descendência como referencial organizacional na expectativa da construção de novas perspectivas. Realiza em São Paulo uma série de ações para a promoção da cultura e valores afro-brasileiros com a principal realização anual, que é a apresentação do Cortejo Preto de Carnaval, que acontece no centro de São Paulo.

| Dias 8 e 15/2, às 17h. Livre. Grátis.

SIGA BEM CAMINHONEIRAS

O Bloco Siga Bem Caminhoneiras foi criado com intuito de ser um espaço dedicado para que mulheres lésbicas e bissexuais (LB) se sintam livres, autônomas, empoderadas, respeitadas e seguras, garantindo acesso à música, a cultura e a lugares seguros, para reafirmar seus lugares na sociedade, por meio do carnaval, posicionando-se politicamente e levando a bateria às ruas como forma de autoafirmação.

| Dia 15/2, às 16h. Livre. Grátis.

Casa de Cultura de Itaim Paulista

| Rua Monte Camberela, 490, Vila Silva Teles. Zona Leste.

CONCENTRAÇÃO DO BLOCO BATUCAFRO COLETIVO

Cortejo com o tema: “África, berço da humanidade, África, ventre mãe liberdade”, onde as Iyabás (Orixás femininas) e as mulheres pretas matriarcas do povo, serão homenageadas.

| Dia 15/2, às 15h30. Livre. Grátis.

CARNAVAL CULTURAL: BLOCO PITBULL BANGUELA

O Pitbull Banguela prioriza o canto das marchas de carnaval de várias décadas, além de sambas-enredos das tradicionais agremiações de samba. Os enredos do bloco expressam temas que enaltecem o amor, a felicidade, a paz, a amizade, a união e as diferenças.

| Dia 2/2, às 17h30. Livre. Grátis.

ITAIM PAULISTA MÚSICA – CARNAVAL CULTURAL: BLOCO CARAMBA DO CARAMBA        

O bloco Caramba do Caramba foi criado em 2016 e é voltado para a comunidade da região da zona leste paulistana. Inicialmente, o bloco era composto por 100 foliões e, atualmente, esse número vem aumentado, passando do número de 500.

| Dia 25/2, às 15h. Livre. Grátis.

CARNAVAL CULTURAL: BLOCO BATUQ DO GLICÉRIO

Na região paulista do bairro Baixada do Glicério, após várias conversas entre os moradores, deu-se início o projeto do Bloco Carnavalesco Batuq do Glicério em 2013. No ano de 2014 fizeram sua primeira participação no carnaval de Rua. O desfile nas ruas do bairro contou com a participação de vários moradores e despertou o interesse em outros, a participar desta grande festa, que este ano, promete que não será diferente. O número de participantes vem crescendo a cada edição.

| Dia 16/2, às 17h. Livre. Grátis.

Casa de Cultura de M’Boi Mirim

| Av. Inácio Dias Silva, s/n – Piraporinha. Zona Sul

BLOCO AFRO AFIRMATIVO ILU INà     

Ministrada por Fernando Alabê e Débora Marçal do Bloco Afro Afirmativo Ilu Inã, o “Carnaval e Resistência – Entre Terreiros e Avenidas” é uma experiência musical e coreográfica, a partir da rítmica e gestual afrodiaspóricos, presentes nos blocos afros e escolas de samba.

| Dia 8/2, às 14h. Livre. Grátis.

BLOCO DE CARNAVAL DO BECO

Com início no bairro do Jardim Ibirapuera, na zona sul, moradores e amigos de bairro, que já faziam parte do movimento do samba e do carnaval da cidade, se juntaram para dar início ao Bloco do Beco, que, atualmente, figura entre os mais importantes e conhecidos blocos de Carnaval de Rua.

| Dia 16/2, às 18h. Livre. Grátis.

BLOCO AFRO É DI SANTO

Grupo de musicalidade afro-percussiva que celebra as tradições negras com os tambores, as danças, os cantos, a religiosidade e a ancestralidade negra. Conectadas com os ritmos e músicas que existem na cultura afro-brasileira de influências das Matrizes africanas, como: samba reggae, samba afro e de roda, ijexá, congo de ouro, cabula, funk e criações próprias.

| Dia 9/2, às 10h. Livre. Grátis.

BLOCO AFRO ILÚ OBÁ DE MIN

O espetáculo “Negras Vozes – Tempos de Alakan”, do Bloco Afro Ilú Obá De Min, reverencia os 40 anos do movimento negro por meio do seu repertório. A direção musical é e de Beth Beli e Mazé Cintra.

| Dia 1º/2, às 14h. Livre. Grátis.

BLOCO AFRO NEGRA SOUL

O Bloco Afro Negra Soul é o primeiro bloco afro da região do Grajaú que exalta a mulher negra. Com mais de 16 integrantes, jovens do extremo sul de São Paulo, traz em seu repertório, muito samba reggae, ixejá, samba de roda, tudo orquestrado pela professora Cíntia Araújo, mulher negra da periferia, percussionista, ritmista, compositora e arte-educadora.

| Dia 15/2, às 14h. Livre. Grátis.

Casa de Cultura Raul Seixas

| Rua Murmúrios da Tarde, 211, José Bonifácio. Zona Leste.

BLOCO DO JATOBÁ

O Bloco do Jatobá nasceu em 2011 por amigos músicos no bairro de Itaquera e hoje conta com um cortejo itinerante com músicas autorais e também as principais marchinhas paulistanas de carnaval de rua. Além do cortejo, haverá um Pocket show com um repertório construído sobre os sucessos que marcaram a história do carnaval paulistano.

| Dia 1º/2, às 14h. Livre. Grátis.

#CARNARAUL2020 – CORDÃO SUCATAS AMBULANTES    

O Galo Véio do Cordão Sucatas Ambulantes vai pra rua, mais uma vez, buscando fortalecer a tradição do carnaval paulista. O som grave dos bumbões irão ecoar. O Grupo traz a sua tradição, da forma como aprenderam a brincar o carnaval nas regiões de Santana de Parnaíba e Bom Jesus de Pirapora, como uma das expressão da cultura paulista, o Samba de Bumbo, matriz da cultura negra paulista.

| Dia 1º/2, às 15h. Livre. Grátis.

#CARNARAUL2020: CORDÃO CARNAVALESCO BOCA DE SEREBESQUÉ  

O Cordão Carnavalesco Boca de Serebesqué surgiu no ano de 2008 em homenagem às antigas agremiações carnavalescas paulistanas, antes de aderirem ao formato carioca de escolas de samba no inicio dos anos 70. O nome “Boca de Serebesqué” – gíria caipira, que define quem fala de mais, pelos cotovelos, foi apresentada de forma espontânea por um dos membros do grupo e de tão estranha e engraçada decidiu-se por assim permanecer.

| Dia 23/2, às 16h. Livre. Grátis.

BLOCO AFRO ILÚ OBÁ DE MIN

O espetáculo Negras Vozes – Tempos de Alakan do Bloco Afro Ilú Oba De Min reverencia os 40 anos do movimento negro através do seu repertório.

| Dia 16/2, às 15h. Livre. Grátis.

 

Casa de Cultura de Santo Amaro

| Praça Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434, Santo Amaro. Zona Sul

BLOCO BATUNTÃ

O Bloco Batuntã, possui percussão, canto e dança e é composto por mais de 40 batuqueiros e 10 dançarinos. O diferencial é que tudo é feito acusticamente: o canto é dos próprios participantes que tocam e dançam nos ritmos do baião, afoxé, funk, maracatu, samba reggae e cumbia, e o repertório é o mesmo desenvolvido pelo grupo Batuntã em seus quase 20 anos de existência.

|Dia 15/2, às 14h30. Livre. Grátis.

BLOCO É O QUE FALTAVA

O bloco carnavalesco do Bairro de Santo Amaro pretende reunir todos os convidados na festa da alegria com bonecos gigantes, animação e muita música.

| Dia 29/2, às 13h. Livre. Grátis.

BLOCO DO BECO

O Bloco do Beco é uma associação cultural sem fins lucrativos que atua desde 2002 no Jardim Ibirapuera, bairro da zona sul da cidade de São Paulo. Neste Carnaval, irá trazer o seu ritmo, com bastante folia para a Casa de Cultura de Santo Amaro.

| Dia 29/2, às 15h. Livre. Grátis.

BLOCO DE PÍFANOS

Bloco carnavalesco feito com instrumentos musicais clássicos com o objetivo de promover a criatividade, a diversão e a interação entre todos os participantes.

| Dia 16/2, às 13h. Livre. Grátis

Casa de Cultura de São Mateus

| Rua Monte Mandirá, 40, Jardim Nove de Julho. Zona Leste

BLOCO JATOBÁ     

Criado em 2011 para homenagear um morador da região Leste Paulista, o bloco do Jatobá tem como foco a cultura, a arte e o entretenimento em seus cortejos, tendo como público participante, crianças, jovens, adultos e idosos. Atualmente está em sua 9º edição e promete fazer uma grande festa na Casa de Cultura de São Mateus.

| Dia 29/2, às 18h. Livre. Grátis.

ESCOLA DE SAMBA BLOCO AMIZADE – ESCOLA DE SAMBA DA AMIZADE FUNDADA EM MARÇO DE 1995

Criado por um grupo de sambistas que sentiu a necessidade de uma Escola de Samba em São Mateus, o Bloco Amizade tem um projeto voltado para o público infantil, com aulas de percussão, mestre sala, porta bandeira, regras de cidadania e de convívio em sociedade.

|Dia 20/2, às 15h. Livre. Grátis.

BLOCO AROEIRA    

O Bloco Aroeira iniciou um projeto com oficinas de percussão para promover o desenvolvimento e formação cultural das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

| Dia 21/2, às 18h. Livre. Grátis.

 

Casa de Cultura de São Miguel Paulista

| Rua Irineu Bonardi, 169, Vila Pedroso. Zona Leste

BLOCO DO BAIÃO  

Trazendo o ritmo do baião para o Carnaval paulista em 2020, o bloco presta uma homenagem a Pedro Sertanejo, um dos representantes pioneiros do forró na capital paulista.

| Dia 1º/2, às 17h. Livre. Grátis.

BLOQUINHO DAS CLÊS – CIA. DAS CLÊS        

As Clês querem pular carnaval com seus Clêzinhxs. Por isso, decidiram montar o Bloquinho das Clês. De forma itinerante vão se aventurar pelo universo das marchinhas de carnaval e dividir essas descobertas com os foliões, cantando e dançando.

| Dia 2/2, às 16h00. Livre. Grátis.

FOLIA DE BONEQUINS

Um Bloco-Mundo de Crianças Gigantes, fundado em 2018, possui vivências, entre suas atividades, tais como: confecção de bonecos a partir de material reciclável e percussão corporal. Apresentam o espetáculo carnavalesco com repertório formado através de pesquisas feitas pelo bloco, onde usam a linguagem de sinais sonoros para levar a cultura dos ritmos brasileiros populares e regionais por meio de ideias educativas.

| Dia 9/2, às 15h. Livre. Grátis.

G.R.C.E.S. UNIÃO NO MORRO

O grupo G.R.C.E.S. União no Morro levam para o carnaval 2020 o tema: “Crianças, lembranças da infância” com o intuito de relembrar diversas brincadeiras, cantigas, histórias e acontecimentos da infância, convidando o público a relembrar e brincar na avenida.

| Dia 2/2, às 14h. Livre. Grátis.

BLOCO VAMO Q VAMO

Formado no ano de 1981, em São Miguel Paulista, com objetivo de celebrar o Carnaval de Rua, juntamente com a comunidade local, o cortejo consiste da união do grupo, que se encontra na rua e se organiza para reunir os moradores e transeuntes na formação de uma grande massa de pessoas, que saem pelo bairro, organizadamente, com o único objetivo, de se divertirem.

| Dia 22/2, às 17h. Livre. Grátis.

Casa de Cultura do Tremembé

| Rua Maria Amália Lopes Azevedo, 190, Tremembé. Zona Norte

BLOCO DO CHOCOLATTE

Nascido na Bahia, Chocolatte veio para São Paulo ainda criança. Criado no reduto da Vila Maria, desde cedo se envolveu com o samba bebendo da fonte do Samba de Raiz e do mais puro Partido Alto. Aprendeu os rudimentos básicos da percussão e como autodidata, aperfeiçoou-se na extinta Universidade Livre de Música.

| Dia 15/2, às 16h. Livre. Grátis.

BLOCO DO JATOBÁ

O Bloco do Jatobá nasceu em 2011 por amigos músicos no bairro de Itaquera. Atualmente conta com um cortejo itinerante com músicas autorais e também, as principais marchinhas paulistanas de carnaval de rua. Além do cortejo irá realizar pocket show com repertório sobre sucessos que marcaram a história do carnaval paulistano. A banda é dividida entre instrumentos de metais, cordas, percussão e voz.

| Dia 8/2, às 16h. Livre. Grátis.

BLOCO DOS FANFARRÕES

O Bloco dos Fanfarrões é uma banda de marchinhas carnavalescas tradicionais que desde 2014 se utiliza do uso de metais e percussão na execução de suas apresentações. Formado por músicos de bandas marciais, sinfônicas, pop rock e das formações que exigem instrumental de metais, como trompetes, trombones, tuba, entre outros.

| Dia 16/2, às 16h. Livre. Grátis.

BLOCO DA CAVERNA       

Com uma mistura de músicas populares que estão na boca do povo em ritmo de marchinhas carnavalescas. Canções como “Mamãe Eu Quero”, “Aurora”, “Máscara Negra” e “Vassourinhas” se misturam com artistas como Tim Maia, Jorge Ben Jor, Michael Jackson, As Frenéticas, Os Tribalistas e James Brown.

| Dia 29/2, às 19h. Livre. Grátis.

UNIDOS DO SWING

Com o Projeto “Carnaval Jazz de Rua”, considerado o lugar onde as artes se encontram, o Bloco Unidos do Swing propõe a realização de uma série de atividades abertas para a comunidade, onde compartilha parte de sua pesquisa estética do encontro de artes que são bastante distintivas do Coletivo.

| Dia 9/2, às 16h00. Livre. Grátis.

Casa de Cultura Parelheiros

| Rua Nazle Mauad Lutfi, 169, Parque Tamari. Zona Sul

BLOCO SKARAVANA        

Bloco que une as tradições da música jamaicana e do Carnaval de Rua, homenageando principalmente o ritmo jamaicano ska, com muitos instrumentos de sopro e percussão. Músicos que atuam na cena paulista e brasileira do ska, se unem no bloco Skaravana, garantindo muita alegria e dança.

| Dia 8/2, às 14h. Livre. Grátis

BLOQUINHO DE GENTE MIÚDA

Idealizado pela cantora e mãe Kel Figueiredo e pelo ritmista Nenel De Recife, o Bloquinho Gente Miúda nasceu em 2016 visando resgatar a folia dos carnavais de rua com uma proposta lúdica e voltada para o público infantil e seus familiares. A banda apresenta releituras animadas de hits infantis, como Emília, a boneca gente, e o carimbador maluco, além de se destacar por suas marchinhas autorais que conversam com as mães, como a já consagrada “Leite Materno”.  O tema do Bloquinho para 2020 é: “A nossa Mamãe Natureza”, que visa abordar a importância da reciclagem e de um Carnaval com menos lixo plástico.

| Dia 24/2, às 14h. Livre. Grátis

BLOCO NÓIS TRUPICA MAIS NÃO CAI “O BAILE”

No Baile do Trupica, a banda do bloco apresenta um repertório com uma seleção das marchinhas vencedoras de concursos, com as músicas clássicas de salão e marchinhas de São Luiz do Paraitinga, com atmosfera dos bailes de interior.

| Dia 22/2, às 14h. Livre. Grátis

BLOCO NU VUCO VUCO

Apresentação com releitura dos samba reggae e afro-sambas de grupos como Timbalada, Ile Aiyê e Olodum. Com instrumentos como: surdos, agbês, caixas, gonguês, agogôs, timbaus e ripas. O grupo mescla diferentes ritmos da cultura popular brasileira, como: maracatu, samba de roda e afoxés.

| Dia 23/2, às 14h. Livre. Grátis

Casa de Cultura de Vila Guilherme

| Praça Oscar Silva, 110, Vila Guilherme. Zona Norte.

BLOCO DO PEQUENO BURGUÊS

O Bloco apresentará um show com muito ritmo, samba no pé e alegria para fazer o Carnaval da Zona Norte em 2020.

| Dia 9/2, às 16h. Livre. Grátis.

LETS BLOCK

Com a proposta de misturar a energia do rock à alegria do Carnaval, mantendo as batidas e levadas dos clássicos, o Lets Block promete uma apresentação com bastante irreverência.

| Dia 15/2, às 20h. Livre. Grátis.

BLOCO CALOR DA RUA    

Em seu quarto ano no Carnaval paulistano, o Calor da Rua promete repetir a dose e trazer um repertório cheio de músicas autorais, brasilidades das mais diversas e latinidades com um toque de humor e irreverência.

| Dia 16/2, às 14h. Livre. Grátis.

CHOCOLATTE DA VILA MARIA

Nascido na Bahia, o artista Chocolatte veio para São Paulo ainda criança. Criado no reduto da Vila Maria, desde cedo se envolveu com o samba bebendo da fonte do Samba de Raiz e do mais puro Partido Alto. Aprendeu os rudimentos básicos da percussão e como autodidata, aperfeiçoou-se na extinta Universidade Livre de Música, lançando-se ao mundo da música e acompanhando grandes nomes da música brasileira.

| Dia 23/2, às 15h. Livre. Grátis.

BLOCO SKARAVANA        

Bloco que une as tradições da música jamaicana e do Carnaval de Rua brasileiro, homenageando principalmente o ritmo jamaicano ska, com muitos instrumentos de sopro e percussão. Músicos que atuam na cena paulista e brasileira do ska se unem no bloco Skaravana, garantindo muita alegria e dança.

| Dia 29/2, às 19h. Livre. Grátis.

CARNABAILÃO: CASARÃO – FERNANDO CARIAS E RICARDO PACHECO   

A 20ª edição do Bailão do Casarão, especial de carnaval, faz sua segunda apresentação do ano de 2020. O Bloco do Bailão irá para as ruas da Vila Guilherme, pela primeira vez, com todos os ritmos da dança de salão. Discotecagem com DJs Pacheco e Fernando Carias.

| Dia 16/2, às 17h. Livre. Grátis.

BLOCO DO SEGUNDA SEM LEI

Atualmente, 90% dos sambistas e integrantes das agremiações do Carnaval paulista pertencem ou atuam em alguma escola de samba. Com base nisso, o Bloco do Segunda Sem Lei visa promover a união e construir, a cada dia, o respeito, a harmonia e o envolvimento entre as escolas irmãs do Carnaval, fazendo  com que os amigos levem o pavilhão adiante.

| Dia 28/2, às 20h. Livre. Grátis.

 

EM TEATRO 

Teatro Flávio Império

| Rua Prof. Alves Pedroso, 600, Cangaíba, zona leste | tel. 2621-2719

A CARA DO BRASIL
Em meio a um cortejo carnavalesco, dançarinos estimulam o público a se expressar corporalmente com movimentos simples, suaves, espontâneos e harmônicos. Em certo momento, o cortejo para em um ponto estratégico e apresenta suas coreografias especiais.
| Dia 2/2, 16h. Gratuito. Livre.

UNIÃO DO MORRO
O G.R.C.E.S União no Morro é uma escola de samba criada em 2015 na região da Vila Nova Curuçá e, atualmente, desfila como bloco de rua. O enredo do Carnaval 2020 será “Crianças, lembranças da infância”, resgatando brincadeiras, cantigas, histórias e acontecimentos da nossa infância.
| Dia 15/2, 16h. Gratuito. Livre.

MARACATU DE BAQUE VIRADO
Vivência sobre o maracatu de baque virado, manifestação cultural carnavalesca nascida no Recife por volta de 1800. Por meio de jogos lúdicos musicais, exercícios de improviso rítmico e apresentação de diversos instrumentos, forma-se uma legítima orquestra de maracatu.
| Dias 22/2 e 25/2, 16h. Gratuito. Livre.

BLOCO DO JATOBÁ
Fundado em 2011 por amigos músicos de Itaquera, o Bloco do Jatobá conta hoje com cortejo itinerante de marchinhas autorais. Um pocket show acontecerá com repertório construído sobre os sucessos que marcaram a história do Carnaval paulistano.
| Dia 23/2, 16h. Gratuito. Livre.

 

 

ensaios e cortejos de blocos, cordões e escolas de samba nas casas de cultura e centros culturais

Detalhes

Início:
01/02 às 08:00
Final:
29/02 às 18:00
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support